Uma das maiores descobertas da história, esta é uma técnica terapêutica que utiliza a aplicação de uma mistura dos gases oxigênio e ozônio; ou seja, o ozônio medicinal. Usada no tratamento de um amplo número de patologias, a Ozonioterapia pode ser aplicada de modo isolado e complementar.
Há séculos utilizado por países desenvolvidos e com benefícios comprovados por inúmeros estudos, o ozônio tem excelentes propriedades medicinais, como:
- Anti-inflamatórias
- Antissépticas
- Modulação do estresse oxidativo
- Melhora da circulação periférica e da oxigenação

Estudos com altíssimo rigor científico (que você pode acessar aqui) comprovam que o ozônio medicinal combate diversas doenças inflamatórias, infecciosas e isquêmicas, prolongando a qualidade de vida de pacientes.

Patologias que podem ser tratadas com a Ozonioterapia:

• Vários tipos de câncer, ajudando a combater tumores e reduzindo os efeitos colaterais da Radioterapia e da Quimioterapia.
• Diversos problemas circulatórios. Doenças virais, como hepatite e herpes
• Feridas de origem vascular, arterial ou venosas, úlceras diabéticas e por insuficiência arterial.
• Queimaduras de diversos tipos.
• Hérnias de disco, protrusão discal e dores lombares.
• Dores articulares decorrentes de inflamações crônicas.
• Colites e outras inflamações intestinais crônicas.
• Condições e doenças de idosos.
• Imunoativação geral.

Precauções

É importante saber que somente profissionais capacitados podem indicar a dosagem e a via correta de aplicação da Ozonioterapia.
Além disso, o ozônio é um gás altamente instável e nocivo se inalado, necessitando ser gerado de forma precisa com equipamentos específicos, no local do uso.

Contraindicações

A principal contraindicação é deficiência da enzima Glicose-6-Fosfato Desidrogenase (G6PD), conhecida como favismo, em função do risco de hemólise.
Em casos de hipertireoidismo descompensado, diabetes mellitus descompensado, hipertensão arterial severa descompensada e anemia grave, é necessário que a estabilização clínica dessas situações seja realizada previamente à aplicação da Ozonioterapia.

Quais são as vias de aplicação?

Além de tratar diversas patologias, que você pode acessar aqui, a Ozonioterapia é uma importante terapia complementar no tratamento do câncer – pois reduz consideravelmente os efeitos colaterais da Quimioterapia e da Radioterapia, como:

Uso tópico

Com bolsa plástica, água ozonizada e óleo ozonizado

Uso local

Por injeções subcutâneas, articulares e musculares.

Uso sistêmico

Grande auto-hemoterapia e pequena auto-hemoterapia, além de insuflação retal.

Auto Hemoterapia

O que é?

A auto hemoterapia consiste na retirada de uma quantidade de sangue numa veia e a aplicação desse sangue no músculo, estimulando o sistema imunológico com o aumento de macrófagos.
Os macrófagos são os “faxineiros” do nosso sistema. Eles limpam o organismo de todas as células “não boas. Foi usada pela primeira vez,em grande escala em 1914, durante a primeira Guerra Mundial. Quanto ainda não existiam antibióticos

Auto Hemoterapia e Ozonioterapia

De uma forma bem simples, o processo se dá com a retirada do sangue e nesse sangue é “aplicado” o ozônio e novamente vai para o musculo, potencializando assim o efeito da auto hemoterapia.

Auto Hemoterapia Maior

Tratamento externo do sangue do paciente, seguido de reinfusão por via E.V. O ozônio reage completa e imediatamente com substâncias específicas nos glóbulos vermelhos e brancos do sangue, e no plasma, e desse modo ativa o seu metabolismo.

Auto Hemoterapia Menor

É uma aplicação, através da via intramuscular, com sangue ozonizado.

Aplicação Tópica de Ozônio

Requer um sistema fechado de circulação do ozônio e um sistema de sucção conectado a um catalisador de ozônio. Uma parte do corpo, por exemplo uma perna, é colocada dentro de um bag, feito de material ozônio-resistente, cujas bordas são vedadas junto à pele.

Indicações destes Tratamentos

• Problemas circulatórios
• Diversas doenças e condições do paciente idoso
• Doenças causadas por vírus, tais como hepatites, Herpes simples e Herpes zoster
• Feridas infectadas quaisquer, inflamadas, de difícil cicatrização, como úlceras nas pernas, de origem vascular, arterial ou venosas (varizes), úlceras por insuficiência arterial, úlcera diabética, risco de gangrena
• Colites e outras inflamações intestinais crônicas
• Queimaduras
• Hérnia de disco, protrusão discal, dores lombares
• Dores articulares decorrentes de doenças inflamatórias crônicas.
• Imunoativação geral.
• Como terapia complementar para vários tipos de câncer

Insuflação Retal

A ozonioterapia retal é um dos tratamentos de ozônio mais poderosos gastos na terapia de ozônio para recuperar e modular a imunidade. Ozonioterapia retal tem um poder sistêmico entre 95% a 98% que produz um efeito mais acelerado e imediato em todo o corpo.
Tal atributo permite que o ozônio clínico tenha um efeito sobre patógenos e condições crônicas. Reduzindo portanto os sintomas e melhorando a qualidade de vida no tempo de os períodos de recidiva.

Ozônio no Tratamento

Quando o gás de ozônio médico entra no cólon é imediatamente absorvido por entre das paredes do cólon. Este efeito ajuda a regular e limpar o cólon quando usado regularmente. O efeito local no cólon ajuda a restaurar e compensar a flora e a imunidade da mucosa ao extenso da parede do cólon.
Ozonioterapia retal é uma forma de aplicar ozônio sistêmica de uma maneira que é completamente indolor e minimamente invasivo.

Hidrozonioterapia

A ozonioterapia é um relaxante banho com bolhas de ar ozonizado, a hidromassagem é realizada com 400 a 600 delicados jatos com essas bolhas.
Quando o ozônio entra em contato com a água, se dissolve e cria oxigênio puro, que irá penetrar no tecido. A respiração e a pele são responsáveis pela oxigenação do corpo, em uma sessão de hidrozonioterapia há uma grande oxigenação através da absorção cutânea de oxigênio.

Vantagens

O grande diferencial deste gás é em relação ao seu poder no combate ao stress e também ao envelhecimento precoce, além disso ajuda o organismo a ativar as defesas naturais. O ozônio é também hidratante, tonificante, fungicida, cicatrizante, bactericida e ajuda no combate à celulite.
A hidrozonioterapia abre os poros, ajuda a eliminar toxinas e ativa a circulação sanguínea, levando oxigênio para as células, fortalecendo também o sistema imunológico e melhorando o desempenho físico.

Veja algumas indicações para a Ozonioterapia

• Stress
• Traumatologia
• Pré e Pós cirúrgico de Lipo e Plástica
• Depressão
• Estética
• Síndrome de Down
• Paralisia das pernas
• Emagrecimento
• Retenções hídricas

• Dermatites
• Envelhecimento precoce
• Afecções reumáticas
• Psoríases
• Hiper/hipotensão
• Coluna e dificuldades circulatórias
• Eczemas
• Climatério